Pretendemos mostrar as diferentes formas de confecionar a abóbora na gastronomia desta região.
Em simultâneo, é nosso propósito divulgar as tradições e a cultura próprias desta vila, principalmente as caracteristícas "Papas de Abóbora de S. Sebastião", que se festejam no fim de semana imediatamente a seguir ao dia 20 de janeiro. Nove dias antes antes desta data realizam-se as novenas: as pessoas reúnem-se na capela e cantam orações próprias dedicadas ao Mártir S. Sebastião.

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Fados que salvam vidas - 04/01/2014



Desde a sua constituição que a Confraria dos Sabores da Abóbora (CSA) assumiu um compromisso solidário para com a comunidade em que está inserida. Nesse âmbito, a CSA organizou no passado dia 4 de Janeiro um jantar de fados solidário “Fados que salvam vidas”, a favor da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vagos, no espaço Pátio Gandarez em Salgueiro. O jantar contou com os artistas Andreia Alferes, Tiago Rito, Armindo Fernandes e Ferreirinha, que entre fado de Lisboa e Coimbra deliciaram todos os presentes. A fadista Andreia Alferes apresentou ainda temas do seu próximo álbum, que a julgar pela amostra será seguramente um sucesso.

A adesão à causa superou as expectativas e a venda de bilhetes foi suspensa dias antes do evento devido à limitação de espaço. Entre os presentes, a CSA contou com a honrosa presença do Presidente da Câmara Municipal de Vagos e confrade de honra da CSA, Silvério Regalado, a Vereadora da Cultura Dulcínia Sereno e a Vereadora das Obras Sara Caladé.

A ementa, simples e tradicional, contou com entradas típicas, sopa de legumes, rojões com batata, grelos e papas de abóbora, leite-creme e café.

O valor angariado através da venda de bilhetes após ressalva das despesas foi de 840 €, que agregado aos donativos recolhidos durante o evento 334 €, resultaram na entrega de 1174 €. Como referiu a direcção da CSA, apenas “um tostão” na aquisição da nova ambulância, entregue a corporação representada pelo Comandante Miguel Sá, grupo responsável pela aquisição da ambulância António Neves e 2 elementos do corpo de bombeiros.

Um agradecimento especial a todos os que contribuíram através de ofertas  de alimentos, bem como às confrades que confeccionaram o jantar e também à equipa de serventes que elevou ainda mais o nível do serviço.

O último e não menos especial agradecimento a todos quantos participaram sendo testemunhas que ser solidário não doí e que efectivamente um fado pode salvar vidas.

Sem comentários:

Enviar um comentário