Pretendemos mostrar as diferentes formas de confecionar a abóbora na gastronomia desta região.
Em simultâneo, é nosso propósito divulgar as tradições e a cultura próprias desta vila, principalmente as caracteristícas "Papas de Abóbora de S. Sebastião", que se festejam no fim de semana imediatamente a seguir ao dia 20 de janeiro. Nove dias antes antes desta data realizam-se as novenas: as pessoas reúnem-se na capela e cantam orações próprias dedicadas ao Mártir S. Sebastião.

sábado, 21 de janeiro de 2012


Recepção das Confrarias
   
    No passado dia 21 de Janeiro decorreu a cerimónia do I Capítulo da Confraria dos Sabores da Abóbora, onde estiveram presentes várias confrarias bem como entidades culturais e eclesiásticas.
    Em ambiente festivo foram recebidas as confrarias presentes. De seguida em cortejo para a Igreja Matriz assistiu-se à missa solene com a benção das insígnias, bandeira e restantes estandartes presentes.

    



   
Entronização da Chanceler-mor

Foram entronizadas as 13 confrades fundadoras e as 10 efectivas, apadrinhadas pelas Confrarias dos Ovos Moles de Aveiro e a dos Nabos e Companhia, seguindo-se almoço no salão Jardins Boavista, no qual não podia faltar os vários sabores da abóbora (papas de abóbora, doce de abóbora com requeijão, várias sobremesas confeccionadas com abóbora e licor de abóbora).


   


Entronização da  Guardiã-mor


Entoando o Hino


      
  



  


Papas à moda antiga por duas confrades

 À noite associando-se á festividade em honra do Mártir S. Sebastião, num espírito de confraternização e de convívio, foram confeccionadas papas de abóbora pelas confrades, e degustadas por todos os presentes, recordando e mantendo viva a tradição, que se perde pelos tempos, nesta vila de Soza.


 

Sardinhas para acompanhar
Distribuição das papas dos mordomos


 







Sem comentários:

Enviar um comentário